Chartapacia

Esta é a possível origem da palavra Cartapácio: um livro grande e antigo, um alfarrábio, uma coleção de manuscritos em forma de livros.

Do latim medieval chartapacĭa-, de charta pacis, «documento da paz».

O livro da imagem acima chama-se Sacramental, é o livro mais antigo impresso em Língua Portuguesa.

“Foi escrito por Clemente Sánchez de Vercial, um homem que viveu entre o século XIV e o XV. A primeira impressão portuguesa teria ocorrido em Chaves em 1488. Foi um dos livros mais lidos durante o século XV, tendo sido proibido pela Inquisição no século XVI e consequentemente queimado. Teve várias edições impressas em língua castelhana e portuguesa.

O Sacramental é um depositário da forma como deve viver o homem medieval, tratando a alimentação, as relações familiares, as relações sociais, a relação com Deus, o trabalho, o descanso, a saúde, a doença e a sexualidade, o que faz dele um documento indispensável para o estudo da sociedade medieval portuguesa.”

Texto e imagem,  ajudam bastante a entender o que quero fazer aqui, na verdade, ajudam a tentar explicar um pouco do que faço, um pouco do que sou e do que tento realizar com minha escrita.

Talvez não faça muito sentido agora, mas se você ler alguns dos meus textos, vai entender o que quero dizer.

Aqui você encontra as informações sobre o Sacramental, o texto sobre o livro é de autoria de José Barbosa Machado.

Bem-vindos.

4 thoughts on “Chartapacia

Add yours

  1. Quanta alegria te ler por aqui! Como está bonito este espaço! Expresso aqui meus votos, de todo o coração, que esta realização seja (já é!) um grande e lindo passo na frutificação de tuas mais intensas alegrias. E que, assim, lindamente, realizem-se todos os teus sonhos. Parabéns! Viva!!

    Liked by 1 person

  2. Chartapacia, chartapacĭa-, charta paci… Que nome lindo para este espaço, tão especial! Sacramental…linda e preciosa história.
    Quão bela nossa língua portuguesa! Ah, Portugal…Ah, Ofiússa! Beleza infinda.
    Tudo faz sentido… E é tão lindo!

    Liked by 1 person

  3. Nos primeiramentes, bons dias ou boas tardes ou boas noites. Nos segundamentes, estou vendo e lendo ainda o vosso blogue. Já gostei de muita coisa, principalmente deste “Chartapacia” aqui. Nos finalmentes, a senhora postou um comentário em meu blogue, então segue um contato, um e-mail, defarias.marcos@gmail.com, que espero que sirva. No mais, um abraço.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

ARCHIVO AVOADOR

Onde se aluga opiniões, ideias e inspirações...mas nunca a Neide! Sum, cogito et bombulo.

Quadrinheiros

Quadrinhos e cultura pop com diversão e rigor

TraduAgindo

Formação política para a emancipação humana!

:

Estúdio de Tradução

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

Historia de la traducción literaria en Uruguay

Grupo de investigación (CSIC-883369) - Universidad de la República, Uruguay

Revista do Globo

Magazine de Atualidade Mundial: Quinzenário de Cultura e Vida Social - signaes graphicos desde 5-1-1929 até 17-2-1967

Oceano de Letras

Just another WordPress.com site

Brasil de Longe

O Brasil visto do exterior

Sangue da Forja

Escritos da Arte Sábia Tradiconal.

TE DESCREVI

"em alguns pensamentos soltos"

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

life's adventure world 🌍.

I PREFER SHORT POSTS

Cachorro Magro?

Cachorro magro não tem fome, tem necessidade.

phenobilities

thoughts on phenomena & (im)possibilities

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: